Agente Autônomo de Investimentos, uma das profissões que mais cresce no Brasil

Devido a atual situação econômica e financeira do país, cada vez mais gente tem procurado por investimentos como forma de garantir um futuro tranquilo e com bons rendimentos, o que tem colaborado muito para o crescimento do mercado de investimentos. Aliado a isso, o sonho de uma carreira de sucesso e a possibilidade de ser o dono do próprio negócio tem levado muita gente a buscar maiores conhecimentos para trabalhar nessa área. Com pouco mais de 10 mil profissionais cadastrados no Brasil atualmente, a profissão de Agente Autônomo de Investimentos (AAI) é considerada uma das mais promissoras para os próximos anos.

A principal função de um AAI é mostrar aos clientes como funcionam as aplicações financeiras (desde os tipos de investimentos existentes, até seus riscos, vantagens, tipo de renda, etc), de forma a auxiliá-los a conhecer melhor esse mercado e ajuda-los a decidir qual a melhor maneira de aplicar dinheiro.

Para se tornar um AAI não é necessário possuir formação superior, porém, é preciso ter concluído o ensino médio e realizar um exame de certificação aplicado pela Ancord (Associação Nacional das Corretoras e Distribuidores de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias), que tem por objetivo verificar a qualificação técnica do profissional. Esse exame é composto por 80 questões de múltipla escolha sobre mercado financeiro, produtos de investimento e a profissão de agente autônomo. Se aprovado no exame da Ancord, é necessário também retirar o registro de agente na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e ser credenciado a uma corretora de valores para poder exercer a profissão.

O trabalho do AAI sempre deve ser exercido em conjunto com um gestor de investimentos. O agente não tem autonomia para gerir o dinheiro dos seus clientes, pois no Brasil, isso só pode ser feito por gestores de investimentos certificados.

A remuneração de um AAI não é fixa, porém, é promissora. Ela provém de uma porcentagem da corretagem gerada pelos investidores assessorados que fecham acordo com a corretora, e o sucesso nos ganhos depende exclusivamente do profissional, que precisa, além do certificado, ter um perfil adequado para o exercício da profissão.

Entender muito bem como funciona o mercado financeiro, ter um bom networking, conhecer potenciais investidores, saber conduzir adequadamente uma reunião com seus clientes e possuir boas habilidades comerciais são características fundamentais para o sucesso na carreira de um agente de investimentos.

1 Comentário

Deixe um comentário

Rolar para o topo