O Marketing Digital é a reunião de estratégias de Marketing e Comunicação no ambiente virtual. O intuito dessa prática é gerar novos negócios, criar e desenvolver relacionamentos mais próximos, divulgar e solidificar a identidade de marcas, negócios, projetos ou pessoas de maneira mais ágil e assertiva.

 

Hoje, o Marketing Digital é uma das estratégias mais usadas no vasto universo da comunicação social.

No Brasil, ele cresce cada vez mais, afinal dados mostram que o faturamento de quem investe nessa prática cresce cerca de 18% ao ano.

O Marketing Digital tem revolucionado tanto o mercado que tornou totalmente possível alcançar o público-alvo do seu negócio de maneira rápida, eficaz, dinâmica e personalizada, afinal, atualmente, em 2017 cerca de 66% dos brasileiros acessam a internet todos os dias.

MARKETING: A ESTRATÉGIA QUE IDENTIFICA AS NECESSIDADES E DESEJOS DOS CONSUMIDORES

Para começar a explicar o Marketing Digital é primordial falar do precursor dele: o Marketing!

O marketing é uma estratégia baseada em explorar, criar, comunicar, entregar valor e investir em ofertas para satisfazer as demandas de determinado mercado garantindo a lucratividade dos investidores da prática.

Ele identifica as necessidades e desejos não atendidos dos consumidores. Para isso, ele trabalha sempre ciente dos avanços mercadológicos, desenvolvimento do perfil dos consumidores e possíveis inovações.

Segundo Philip Kotler, professor universitário estadunidense considerado o maior dos especialistas na prática em questão, o marketing é a prática utilizada para determinar produtos ou serviços que possam interessar a determinados consumidores, assim como a estratégia que será usada nas vendas, comunicações e no desenvolvimento do negócio.

Afinal, o marketing visa persuadir o público-alvo de cada negócio a partir de ações, estrategicamente formuladas.

Para isso, ele apresenta variáveis que norteiam as estratégias de acordo com as respostas das investidas feitas no mercado. Essas variáveis são destrinchadas em 4 Ps do marketingresponsáveis pelo sucesso das empresas.

MIX DE MARKETING: OS 4PS DO SUCESSO

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

O Mix de Marketing é um dos conceitos mais conhecidos quando o assunto é Publicidade e Marketing, ele também é conhecido como Composto de Marketing.

O Mix se baseia em 4Ps que direcionam as ações tomadas.

O conceito foi criado pelo professor Jerome McCarthy e difundido mundialmente por Philip Kotler, o qual explicamos acima sobre sua importância na área.

Os 4 Ps do marketing são:

  • Produto ou serviço (o que é ofertado);
  • Praça (onde o produto ou serviço vai ser divulgado);
  • Preço (o valor monetário do produto/serviço – é o P que traz a receita da empresa)
  • Promoção (é a divulgação do produto, suas ações promocionais).

AS FASES DO MARKETING

Embora a base estrutural do Marketing nunca tenha mudado, ele foi dividido em 4 fases até hoje. Essas fases marcam os avanços da sociedade e, consequentemente, dos consumidores, tornando necessário a adaptação de empresas e afins também para acompanhar todas as mudanças.

MARKETING 1.0

Essa fase do Marketing foi a precursora de tudo que veio a seguir e foi totalmente centralizada no produto.

Ela teve início na Revolução Industrial e seu objetivo era única e basicamente vender produtos. Nessa época as empresas viam o mercado com compradores em massa buscando por necessidades físicas, pautados na sobrevivência.

O conceito-chave foi o desenvolvimento de produtos, sendo assim, as empresas se guiavam e destacavam no mercado a partir das especificações nos produtos, com a promessa de produtos com valores funcionais, ou seja, o preço era o primordial na venda, alinhado à necessidade do consumidor.

Com esse cenário, a interação entre empresas e clientes era distante e fria, era um atendimento pautado na massa.

MARKETING 2.0

Essa segunda fase do Marketing foi orientada pelo consumidor.

Ela aconteceu com a inserção da Tecnologia da Informação no mercado, ou seja, começava a ser visto os primeiros passos do Marketing Digital.

O objetivo dessa fase era satisfazer e reter os consumidores, os quais estavam mais conscientes e também começavam a agir com mais com o coração, baseados em suas vontades.

As empresas começaram a perceber que trabalhar com a emoção dos consumidor também gerava muitos retornos.

Sendo assim, as empresas precisavam investir na diferenciação dos produtos e se preocupavam mais com o posicionamento do produto e da sua imagem.

Assim como o preço passava a ser não só funcional, mas emocional também, pois as pessoas passavam a pagar pelo desejo em si também e não apenas pela necessidade.

Nessa fase as empresas passaram a ter um atendimento individualizado com os consumidores, tornando-as mais próximas dos clientes.

MARKETING 3.0

A fase do Marketing 3.0 foi guiada pelos valores dos indivíduos mediante a uma nova onda tecnológica. Podemos inclusive dizer que nós, brasileiros, estamos nessa fase do Marketing.

O princípio dessa fase é tornar o mundo um lugar melhor com ações baseadas nos princípios da “sustentabilidade”.

As empresas começaram a se preocupar com o ser humano como um todo, de corpo e alma, por isso o conceito dessa fase do Marketing passou a ser os valores das pessoas.

No Marketing 3.0 as empresas começaram a se preocupar em demonstrar para os consumidores quais eram suas missões, visões e valores corporativos.

Sendo assim, o preço passava a ter uma base funcional, emocional e espiritual.

Não é mais apenas o que o consumidor precisa e deseja, mas também é como aquilo o faz sentir, alinhado aos seus valores como pessoa.

Isso fez com que as empresas se aproximassem ainda mais de seus clientes e parceiros de maneira profissional, emocional e colaborativa, fazendo com que os consumidores passassem a oferecer esse mesmo apoio em troca.

No Marketing 3.0 o Marketing Digital já mostrou que veio para ficar.

Nessa fase a Internet mostrou que é possível estabelecer laços mais próximos com os consumidores, afinal os clientes dessa fase do Marketing são muito mais exigentes.

Antes de efetivar uma compra, fecha de contrato ou até mesmo a defesa de uma ideia, os usuários buscam e estudam bastante sobre o produto, avaliam os melhores preços e as empresas com mais valores agregados e assim por diante.

Isso faz com que as empresas fiquem muito mais detalhistas aos processos como um todo e busquem entregar algo incrível para o consumidor, com auxílio agora de Marketing Digital.

MARKETING 4.0

O Marketing 4.0 é um plus do Marketing como conhecemos e atuamos hoje.

Essa fase vem regada de estratégias que ainda estão entrando no mercado brasileiro e vêm com o intuito de aprimorar ainda mais as estratégias de Marketing Digital, como é o caso do Inbound Marketing, estratégia ainda muito usada nos Estados Unidos.

As necessidades, desejos e relações afetivas com os produtos e afins aumentam, a conectividade on-line aumenta e o tempo de interação das pessoas diminui.

Tudo se torna mais efêmero e ágil.

Hoje o consumidor procura por velocidade e facilidade em suas compras, por isso as compras pela compra pela internet crescem tanto, afinal ela oferece a possibilidade de tornar o processo de compra mais confortável, ágil e eficaz para os consumidores.

Essa fase faz com que o Marketing Digital ganhe ainda mais força. Segundo Kotler, o Marketing 4.0 integrou o digital com o físico, uma vez que a chamada “Internet das Coisas”, assunto que abordaremos a seguir, torna a conectividade onipresente na vida das pessoas.

Essa fase, atrelada à prática de Marketing Digital, reforça mais ainda a ideia da geração de valores de uma marca perante o mercado e a sociedade.

Foi o Marketing 4.0 também o precursor de outras práticas, como o Marketing de Conteúdo, por exemplo, tema que explicaremos em breve no artigo, com o intuito de gerar mais interação e relacionamento com o consumidor.

Fonte: https://www.idealmarketing.com.br

Deixe um comentário

Rolar para o topo